WWDC 2018: O que (não) esperar e como assistir

Tem início hoje a 29ª conferência anual de programadores da Apple, mais conhecida como WWDC (Worldwide Developer Conference), que decorre até ao próximo dia 08 de junho, no McEnery Convention Center em São José, na Califórnia.

Como normalmente acontece no primeiro dia do evento a Apple (hoje), é realizado um evento especial de apresentação onde a Maçã mostra as principais novidades dos seus próximos sistemas operativos iOS, macOS, watchOS e tvOS. Este evento terá início pelas 18 horas (Lisboa).

O que esperar

Em primeiro lugar, o óbvio. A Apple deverá apresentar o iOS 12, macOS 10.4, watchOS 5 e tvOS 12 e as suas novidades respetivamente. Este ano, o foco da empresa de Cupertino será a qualidade e estabilidade dos seus SO’s, depois das fortes críticas que surgiram após os últimos lançamentos, nomeadamente em relação a bugs sérios reportados no iOS e macOS.

As novidades, apesar supostamente virem com menos fator “uau” que o habitual, vão existir e deverão passar, no caso do iOS 12, pela possibilidade de adiar notificações, acompanhar o mercado de ações, chamadas FaceTime em grupo e novidades no envio de Animojis para os utilizadores de iPhones X. O ARKit também deverá ser atualizado para a sua versão 2.0, trazendo a possibilidade de multiplayer em realidade aumentada e o posicionamento de objectos num determinado local virtual, sem que estes saiam do lugar. A Siri também deverá melhorar a sua pró-atividade, mas infelizmente as novidades mais significativas deverão ficar para o futuro.

Já no macOS 10.4, existe a expectativa de que a Apple apresente a tão rumorada novidade que permita aos programadores desenvolverem apps para iOS que sejam “automaticamente” compatíveis no macOS, e vice-versa.

Algo que a Apple prometeu e que deveremos ver agora chegar tanto no iOS como possivelmente também no macOS é um novo recurso de controlo parental, integrado numa iniciativa designada internamente de Digital Health, que dará a possibilidade aos pais e utilizadores monitorarem o tempo que gastam em gadgets da Maçã.

Para o watchOS 5 e tvOS 12, as novidades deverão ser escassas e sobretudo cosméticas.

O que não esperar

Por conta do foco em melhorar a qualidade e estabilidade dos seus sistemas operativos, as maiores novidades deverão ficar para 2019. Por exemplo, espera-se que o "iOS 13” chegue com um ecrã inicial redesenhado com mais informação, novidades no app Fotos relacionadas com inteligência artificial e novas funcionalidades na app ficheiros para iPads, entre outras.

Hardware novo é algo que não deveremos contar para esta WWDC, com exceção eventualmente de uma “atualização” quanto ao estado do AirPower, o tapete de carregamento sem fios que a Apple prometeu no ano passado. Novidades em Macs e iPads deverão ficar mais para o fim do ano, entre eles um novo Macbook de 12 polegadas, novo Macbook de entrada para substituir o Macbook Air e iPads Pro com Face ID.

Os novos Apple Watch deverão ser apresentados em setembro, juntamente com novos iPhones, onde se espera um novo modelo com ecrã maior ponta-a-ponta, para os amantes de relógios grandes no pulso, sendo que a compatibilidade de braceletes se deverá manter.

Como assistir

Tal como a Apple faz com grandes eventos, a keynote de abertura da WWDC será transmitida em direto aqui no seu site a partir das 18 horas (Lisboa) e pode ser visualizada via Safari para quem tem um iPhone, iPad ou iPod touch com iOS 10 ou mais recente ou um Mac com macOS Sierra 10.12 ou mais recente. No PC, também será possível ver o evento da Apple desde esteja instalado Windows 10, através do navegador Edge.

Para todos os outros casos, temos boas notícias! Vamos (tentar) incorporara a transmissão em direto no nosso site, na página de eventos, e com caixa de comentários! Por isso fiquem atentos ao Kioske da Maçã e guardem deste já este link.

Fonte: Bloomberg via MacMagazine