Review do Clean My Mac 3: o melhor utilitário de limpeza para o seu Mac

Clean My Mac 3

Ao longo do tempo de utilização, os nossos Macs tendem a ficar carregados com ficheiros que provavelmente não precisamos, mas que em conjunto ocupam bastante espaço de armazenamento. Estes ficheiros podem ter sido criados/descarregados por nós, guardados automaticamente pelo macOS (como caches) ou podem até estar embutidos no próprio sistema operativo. E se houvesse um utilitário que com um clique tratasse de apagar todos esses ficheiros, sem nos preocuparmos com nada? E se esse utilitário nos mostrasse todos os ficheiros grandes e velhos, e nos permitisse selecionar-los e apagá-los numa só janela? Seria pedir demais se esse utilitário também fizesse scripts de manutenção para deixar o nosso Mac não só mais limpo mas também mais rápido? 

Esse utilitário existe e é o Clean My Mac 3. Em poucas palavras, é uma das melhores aplicações para o seu Mac.

Com uma interface fácil de usar e que adapta o estilo estético do macOS Sierra, pode dizer-se que Clean My Mac 3 tem 3 focos: limpeza, otimização e manutenção do sistema. 


LIMPEZA


Em termos de limpeza do sistema, que é talvez a funcionalidade da aplicação mais usada, o Clean My Mac 3 tem um desempenho fantástico. 

Como referido na introdução desta review, existe um modo de limpeza inteligente e fácil: basta clicar no botão “Limpar” e a aplicação analisa o sistema e encontra ficheiros de cache, antigos, grandes, dispensáveis, etc. Depois da análise, é apresentado ao utilizador tudo o que a aplicação considera “lixo”, bem como o espaço que esses ficheiros ocupam. Aí, o utilizador escolhe o que quer apagar, e depois da seleção feita, basta clicar em “Apagar” e é tudo apagado magicamente. A MacPaw, produtora do Clean My Mac, afirma que em média cada utilizador encontra cerca de 54GB de lixo que pode ser apagado, e não está a mentir — na minha primeira análise, o Clean My Mac encontrou cerca de 46GB de lixo que estava a ocupar espaço precioso do meu disco de 128GB.

Para além da limpeza automática, é possível selecionar aspetos específicos do sistema para analisar e limpar — são estes lixo do sistema, lixo da aplicação Fotografias, lixo do Mail, lixo do iTunes, a pasta lixo do macOS e ficheiros grandes e velhos. Mais uma vez, o princípio é o mesmo — basta clicar em cada um dos ícones correspondentes e o Clean My Mac fará a análise. Vale notar que, quando é feita a limpeza automática, todos estes aspetos específicos também são analisados.

Esta funcionalidade está muito bem implementada, e segundo a própria aplicação, já eliminei cerca de 160GB de lixo desde que a instalei. Algo a desejar, no entanto, é que a aplicação fizesse todo este processo automaticamente em background, sem que o utilizador tivesse de abrir a aplicação. No entanto, e para atenuar esta “falha”, quando não é feita uma limpeza há algum tempo, o utilizador recebe uma notificação de alerta, que permite abrir imediatamente a aplicação e fazer uma análise.

Em suma, a nota do Kioske neste aspeto é 9.5/10.


OTIMIZAÇÃO


Já em termos de otimização do Mac, o Clean My Mac, apesar de útil, apresenta uma solução um pouco incompleta. Dentro da própria aplicação existe uma Dashboard, que mostra apenas a quantidade de espaço disponível, a memória RAM livre/usada (com uma opção de libertar memória que não está em utilização), a percentagem de bateria e quanto tempo falta para estar carregada e por último um monitor do processador.

Além disso, quando a app está aberta, é possível ver quais as restates aplicações que não estão a responder e é possível terminá-las. Seria agradável se o Clean My Mac tivesse estes monitores mais detalhados, bem como mais opções de monitorização e quiçá um widget para a barra de ferramentas.

A nota do Kioske neste aspeto é 7/10.


MANUTENÇÃO


Por último, a aplicação contempla funcionalidades de manutenção do sistema muito interessantes e úteis. A começar pelo tão útil Desinstalador, que permite apagar todo o tipo de aplicações, sejam da Mac App Store ou não, sem deixar nenhuns dados de lixo agarrados à preciosa memória do computador. Com poucos cliques as aplicações desejadas são desinstaladas permanentemente do Mac.

Existe também um pacote de scripts automáticos que ajudam a resolver alguns problemas na sua máquina, bem como torná-la mais rápida. Desde o reindexamento do Spotlight à reparação de permissões do disco, se tiver algum problema com o seu Mac, poderá recorrer a estes scripts.

Um gestor de extensões também está incluído na aplicação. Nele, todos os widgets, plugins e extensões estão juntos num único painel, em que poderá desinstalar, ativar ou desativá-los muito facilmente. Para além disso, existe também um gestor de privacidade, que permite gerir vários aspetos relativos à sua vida online. E caso queria apagar algum ficheiro permanentemente e sem deixar rasto, existe uma “Trituradora” dentro do Clean My Mac 3 que trata disso mesmo.

Em termos de manutenção, a aplicação está bastante completa, sendo que praticamente todas as funcionalidades dentro deste campo são de facto bastante úteis e tornam o nosso Mac mais robusto. 

A nota do Kioske neste aspeto é 9.5/10.


PREÇO E COMPATIBILIDADE


O preço da licença é de €39,95 para 1 Mac, €59,95 para 2 Macs ou €89,95 para 5 Macs, e pode adquirir uma aqui. O Clean My Mac 3 fala em português do Brasil, inglês e em 10 outras línguas, e necessita do macOS 10.8 ou superior para funcionar, bem como de 62MB livres no disco.


EM SUMA


O Clean My Mac 3 é o derradeiro utilitário para qualquer utilizador de Mac. Compila várias e excelentes funcionalidade que tornam qualquer máquina mais rápida, fiável e limpa. É daquelas aplicações que todos os utilizadores deveriam ter, e que provavelmente todos adoram.

CLEAN MY MAC 3

Nota do Kioske:
⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️ / ⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️
(5/5)