Presidente da Fiat-Chrysler acha que a Apple não deve apostar no mercado automobilístico

Com os rumores de que a Apple poderá entrar no mercado automobilístico em 2019-2020, os representantes das grandes empresas começam a expressar a sua opinião em relação à criação de um carro por parte da empresa mais valiosa do mundo.

Desta vez, foi Sergio Marchionne, presidente da Fiat-Chrysler, empresa detentora de diversas marcas de automóveis, como Fiat, Chrysler, Ferrari, Alfa Romeo, Dodge, Jeep, Maserati, entre outros. Segundo o mesmo, “se querem construir um carro, [os empregados da Apple] deviam deitar-se e esperar que esse pensamento passasse. Doenças deste género vão e vêm."

De acordo com o mesmo, e partilhando a mesma opinião de outros executivos, a Apple não devia entrar "num mercado tão complexo” sozinha, sugerindo uma parceria com uma experiente em automóveis como a Fiat-Chrysler.