iTip: Como otimizar a bateria do seu Apple Watch

Dica Otimizar Bateria Apple Watch.jpg

Na altura em que escrevo este artigo, muito se tem falado de baterias, nomeadamente do que a Apple tem feito para as otimizar em iDevices. O Kioske inclusivamente tem alguns artigos sobre o assunto dedicados à bateria dos iPhones, tais como a dica de “Como verificar o estado da bateria do iPhone" e a de “Como otimizar a bateria do seu iPhone”. E os restantes dispositivos? Pois bem, chegou a hora de falar da bateria do Apple Watch e de que forma podemos maximizar a sua vida útil. Com base neste artigo de suporte da própria Apple, eis o que devemos fazer:

Atualizações

Apesar de poder contrariar o senso comum de algumas pessoas, muitas das atualizações de software da Apple incluem novas tecnologias de poupança de energia, pelo que é desejável ter o dispositivo sempre atualizado. Para saberem se é necessário atualizar, abra a app Apple Watch no iPhone e aceda a “O meu relógio -> Geral -> Atualização de software”. Se estiver disponível uma atualização, é necessário ter o iPhone ligado a uma rede  à Wi-Fi e o Apple Watch ao carregador, com pelo menos 50% de carga.

Para saberem quando é “seguro” atualizar o vosso dispositivo, podem consultar esta página específica do Kioske.

Temperatura

A temperatura é o principal tendão de Aquiles das baterias. A Apple diz que a zona de conforto ideal para todos os seus iDevices e Apple Watch é a temperaturas entre os 16º e 22ºC, mas estão preparados para funcionarem corretamente a temperaturas entre os 0 e 35ºC. O problema é em temperaturas fora deste intervalo, sobretudo acima de 35ºC que podem danificar a capacidade da bateria de forma permanente, e será ainda pior que tivermos que carregar a bateria acima desta temperatura.

Já em ambientes frios, a diminuição da autonomia da bateria é temporária, ou seja, quando a temperatura da bateria regressar ao intervalo de funcionamento normal, o seu funcionamento vai também regressar ao normal.

Armazenamento Longa Duração

Se tivermos que armazenar um dispositivo por períodos longos, isto é, deixá-lo sem utilização, devemos ter em consideração não só a temperatura ambiente, como também a percentagem de carga na bateria. Idealmente devemos deixar o dispositivo desligado com cerca de 50% de bateria e num ambiente livre de humidade e a uma temperatura inferior a 32°C. Caso contrário, se guardarmos o dispositivo com a bateria totalmente descarregada, esta pode entrar num estado de descarga profunda, impossibilitando o seu carregamento.

Se, pelo contrário, guardarmos com a bateria totalmente carregada por um longo período, esta pode perder alguma capacidade de autonomia. Caso o período que pretende guardar o dispositivo seja superior a seis meses, deverá efetuar-se um carregamento até 50% de seis em seis meses. A Apple refere ainda que após o armazenamento prolongado, podem ser necessários 20 minutos de carregamento com o adaptador original até ser possível utilizar o dispositivo.

Otimizar Definições

Existem ainda algumas otimizações de software que permitem maximizar a autonomia do Apple Watch. Durante os treinos de corrida e caminhada, por exemplo, podemos desabilitar o sensor de ritmo cardíaco indo na app Apple Watch no iPhone a "O meu relógio -> Treino” e ligar o modo de poupança de energia.

Se por algum motivo o visor do Watch acender mais vezes do que é suposto, devido ao nosso movimento com as mãos, podemos desativar esta funcionalidade. Basta abrir as “Definições” no Apple Watch, selecione “Geral" e desative a opção de ativar ao levantar o pulso.

Por último, para que a comunicação entre o Watch e o iPhone se faça da forma mais eficiente possível em termos energéticos, devemos manter o Bluetooth no iPhone ligado.

Espero que esta dica vos ajude a tirar o máximo partido da bateria do vosso Apple Watch!