iPhone 8 esmaga “no papel” a concorrência em performance e fotografia

No final da semana passada começaram a aparecer as primeiras reviews e testes ao novos iPhones da Apple.

Enquanto que as reviews tem tido opiniões mistas, muito por causa do design praticamente idêntico há 4 anos seguidos, os testes de performances e de fotografia aos iPhones 8 não têm deixado quaisquer dúvidas.

Em relação à performance, foram feitos os habituais testes no Geekbench 4 e os resultados foram impressionantes, especialmente quando são utilizados todos os núcleos do processador:

Sim, o iPhone 8 é mais rápido que um MacBook de última geração com um processador Intel Core i5!

E como é que isso se traduz no dia-a-dia? O site Tom’s Guide exportou o mesmo vídeo de 2 minutos em 4K num iPhone 8 e nos Galaxy Note 8 e S8+, com os seguintes resultados (ainda mais expressivos):

Porém, não ficou claro neste teste que apps foram utilizadas em cada sistema operativo, o que pode ter influenciado os resultados. Ainda assim, não deixa de ser impressionante!

Já no que diz respeito à fotografia, o site especializado em analisar e classificar câmaras DxOMark pontuou o iPhone 8 Plus com o resultado mais alto de sempre com 94 pontos, com o iPhone 8 em segundo lugar, ultrapassando assim o detentor do título no site, o Google Pixel:

Como pontos fortes, o DxOMark destaca a excelente performance do HDR e o efeito Bokeh, isto na fotografia, e a boa estabilização e renderização de cores, em vídeo.

Como nota pessoal, acho que em termos de performance não há muitas dúvidas, pois as evidências são mais que muitas e acho mesmo que será uma questão de tempo até a Apple começar a instalar os seus processadores em Macs.

Já em fotografia, faço parte daquelas pessoas que dizem que é uma questão de preferência. Há quem goste das cores mais vivas e saturadas que geralmente os smartphones da Samsung apresentam mas há quem prefira algo mais próximo do real, embora não tão agradável aos olhos, e que tem sido apanágios das câmaras dos iPhones.

No entanto, em situações mais “factuais” como em baixa luz, o iPhone não tem tido resultados tão bons quanto a concorrência e isso mesmo é referido no teste: “In very low light, the Pixel does a slightly better job of properly exposing the image”.

Enfim, não há nada como testar em primeira mão, algo que espero vir a acontecer mas com o iPhone X!

vias: 9to5Mac e iDB.