Futuro do iPhone poderá passar por um ecrã que “se curva para dentro” e não é necessário tocar

Os ecrãs curvos já dominam os terminais topo de gama da Samsung desde há algum tempo a esta parte. Agora, segundo uma notícia da Bloomberg, o mesmo poderá acontecer com os iPhones daqui a 3 anos, se bem que implementado de forma totalmente diferente da sul-coreana.

Mark Gurman, citando fontes próximas desta matéria, diz que a Apple esta a desenvolver um novo design para o iPhone de 2021, em que o aspeto mais notório será um ecrã curvado para dentro, ou seja, côncavo em relação à sua superfície. Perante isto, o nosso conhecido designer Martin Hajek não perdeu tempo em criar um conceito para o iDropnews:

Mas não é só! Uma outra novidade dada por Mark, e que provavelmente está ligada com esta primeira parte do rumor é o controlo por gestos como forma de interagir com o smartphone, sem ter que necessariamente tocar no dispositivo. Isto seria feito através da instalação de sensores no próprio ecrã, com os dedos a terem que ficar bastante próximos do ecrã para que a tecnologia funcione.

Por último, Mark voltou a falar que espera que a Apple apresente dois novos smartphones semelhantes ao iPhone X, um com ecrã OLED de 6,5 polegadas e outro com ecrã LCD.

A verdade é que cada vez é mais difícil inovar no mundo de smartphones e é certamente com isto em mente que, a ser verdadeiro este rumor, a Apple está a estudar nesta possibilidade como forma de se distinguir da concorrência.