Empresa de segurança informática afirma ter enganado Face ID com uma máscara (vídeo)

Quando a Apple apresentou o iPhone X, houve uma preocupação da empresa em explicar de forma extensiva o funcionamento do sistema de câmaras TrueDepth que permite, entre outras coisas, o Face ID - sistema biométrico de reconhecimento facial do novo iPhone.

Na apresentação, a Apple fez questão de mencionar que a probabilidade de um “desconhecido” desbloquear o iPhone X de outra pessoa via Face ID é de uma em um milhão, a não ser que essa pessoa seja um irmão gémeo, caso em que essa probabilidade decresce bastante. Já no caso de máscaras que tentam simular o rosto de uma pessoa, a Apple disse na apresentação que trabalhou com empresas especializadas nessa aérea para que não fosse possível enganar o Face ID.

Porém, a empresa vietnamita de segurança informática Bkav publicou um artigo no seu site onde mostra precisamente que conseguiram enganar o Face ID com uma máscara. Este é o vídeo de demonstração:

Na primeira vez que vi o vídeo, fiquei com a sensação de haver algo pouco natural nele. Claro que sendo uma empresa de segurança, é normal o vídeo ser pouco profissional mas mesmo assim não fiquei 100% convencido. O vídeo parece ser muito rígido na sua realização, ou seja, nem sequer há segunda demonstração, nem demonstram a configuração do Face ID, enfim, algo que me deixou com suspeitas. Por outro lado, é importante ressalvar ainda o seguinte:

  1. Nos comentários do vídeo no YouTube, alguém chamou a atenção para um aspeto interessante: quando o iPhone é desbloqueado pela máscara, a animação de desbloqueio é diferente uma vez que o cadeado não chega a abrir. Tentei reproduzir isso no meu iPhone, desbloqueando-o em diferentes timmings, e não consegui. Ora ele reconhece logo a minha cara e o cadeado abre ou, se é muito rápido, aparece uma esfera animada com a mensagem “Face ID” a dizer que esta a fazer a autenticação. Nunca consegui desbloquea-lo com a animação do cadeado fechado.
  2. A Bkav é uma empresa que vende software informático de segurança, entre os quais um pacote para dispositivos móveis…
  3. Dias antes deste vídeo, a KeenLab demonstrou na POC 2017, uma conferência internacional sobre segurança e hacking, um Jailbreak a funcionar no iOS 11.1.1 e num iPhone X. Se uma outra empresa, digamos a Bkav, puser as mãos nesta ferramenta, de certo que conseguirá com facilidade fazer algo em termos de software que permita enganar o Face ID. Aliás, diga-se de passagem que a solução informática que esta empresa vende para dispositivos móveis, conforme referi anteriormente, só está disponível para iPhones via Cydia - uma loja tipo App Store com conteúdo exclusivo para dispositivos com Jailbreak.

Claro que tudo isto não passa de pura especulação da minha parte mas acho que não devemos ser tão ingénuos e assumir que o que vemos é verdade. Atenção que o vídeo até pode ser verdadeiro mas a falta de explicação da Bkav deixa no ar que este pode muito bem ser falso.