Documento da Comissão Económica da Eurásia indica que novos iPads poderão chegar em breve

Conceito iPad X por Martin Hajek

Conceito iPad X por Martin Hajek

O site francês Consomac descobriu recentemente que a Apple registou 2 novos dispositivos perante a Comissão Económica da Eurásia, algo que as empresas são obrigadas a fazer quando pretendem lançar produtos em pelo menos um dos países aderentes da União Econômica da Eurásia, entre os quais se encontra a Rússia.

O documento abaixo fala em “tablets da Apple a correr iOS 11” identificados como “A1954” e “A1893”, o que dá a entender que brevemente a Apple poderá lançar dois novos iPads para o mercado.

Esta não seria a primeira vez que algo parecido aconteceria, pois se bem se recordam, cerca de uma semana da Apple apresentar novos iPads e Macs na WWDC 2017, foram igualmente registados novos dispositivos na Comissão Económica da Eurásia, dando por isso um importante reforço na probabilidade de tal acontecer novamente com estes “novos” iPads.

Dito isto, confesso que não estou muito entusiasmado com esta possibilidade uma vez que não espero grandes novidades para estes iPads. Como base para esta minha premissa está o facto de, até agora, não haver qualquer fuga de informação que indique mudanças de design - tem se falado de iPads com a câmara TrueDepth do iPhone X - quando normalmente por esta altura já teriam surgido imagens e vídeos de pessoal que conseguiu pôr as mãos em algumas peças desses novos dispositivos. Por outro lado, nos últimos tempos têm-se descoberto pistas de novos dispositivos no código do iOS, o que não tem acontecido recentemente e dado que estes novos iPads virão supostamente com o iOS 11, seria de esperar que algo já tivesse “vindo à superfície”.

Se estes iPads fossem para ser apresentado num evento, como por vezes acontece em março, também já deveria haver rumores fortes nesse sentido. Como não há, isto reforça a minha crença de ser uma atualização tão incremental que um comunicado de imprensa deverá ser suficiente para a Apple.