Apple poderá “abandonar” Face ID em 2018 caso este não impressione os consumidores

O modelo de iPhone mais esperado deste ano, o iPhone X que chega ao mercado no início do próximo mês, não terá como método de autenticação o Touch ID, que valida a nossa impressão digital, mas sim o novo Face ID, que faz a autenticação com a nossa face.

Porém, se as coisas não correrem bem este ano, a Apple poderá deixar esta tecnologia de parte e apostar em colocar o Touch ID por baixo do ecrã, segundo o analista Ming-Chi Kuo.

Kuo diz que se o feedback dos consumidores sobre o Face ID for positivo, a Apple deverá apostar em força no Face ID, com todos os dispositivos que forem apresentados no próximo ano a apresentarem essa tecnologia, marcando assim o fim do Touch ID nos iPhones.

Mas se o Touch ID “falhar em impressionar os consumidores”, a Apple poderá voltar-se para o desenvolvimento do Touch ID debaixo do ecrã, algo em que a Maçã já começou a investir há algum tempo. No entanto, a Apple terá colocado esta tecnologia “em espera” devido aos desafios que esta implementação apresenta num ecrã com 3D Touch, que o torna mais grosso que o suposto e faz com que a leitura da impressão digital seja, até ao momento, pouco fiável. 

E vocês, o que preferem? Face ID ou Touch ID no ecrã?