Apple patenteia braceletes que se ajustam automaticamente

A Apple patenteou no mês passado uma série de métodos para criar braceletes que se ajustam automaticamente ao pulso do utilizador, não sendo assim necessário a bracelete ter nenhum mecanismo de fecho.

Designada de “Ajuste dinâmico para dispositivos eletrónicos vestíveis”, esta patente explica em detalhe a forma como a bracelete aperta e alarga no pulso, uma vez que encontra-se equipada com um sensor que mede a tensão aplicada.

Atualmente a maioria das braceletes não fica com o ajuste ao pulso perfeito porque temos uma opção limitada de apertos, onde tipicamente temos que escolher um dos buracos da pulseira para prendê-la. Mesmo que o ajuste fique muito perto do ótimo, como acontece no caso de pulseiras com fecho magnético ou de velcro, o exercício físico - por exemplo - tipicamente acaba por alargá-la como consequência do movimento repetitivo e do suor, algo que não aconteceria com esta bracelete descrita na patente, pois permite ao utilizador defini-la para ajustar-se automaticamente nestas situações.

Algumas soluções mencionadas na patente para o sistema que mede a tensão passam por incorporar um fio que memoriza a forma, um aparelho de bloqueio interno, bexigas de gás ou líquidos (independentes ou incorporadas na bracelete), bracelete com elementos retrateis e porções extensíveis para caixa do dispositivo.

Enfim, o que realmente queremos é que isto passe do papel para a realidade, mas isso só a Apple sabe se algum dia acontecerá. Eu creio que sim!